Skip to content

Leituras

Março 8, 2010

À medida que a u.c. prosseguia, a bibliografia básica foi sendo aumentada com novos livros e material encontrado na net. Das leituras que fiz gostei bastante dos dois livros do Creswell, ambos com uma escrita muito clara e escorreita. Research design: Qualitative, quantitative and mixed methods approaches está cheio de exemplos e de óptimos exercícios de escrita e cada capítulo termina com uma bibliografia anotada muito útil. O livro de David Silverman, Interpreting qualitative data, também possui muitos exemplos, dicas, ligações para material na Internet e exercícios de escrita para ajudar a desenvolver competências.

Para as entrevistas gostei do livro do livro do Kvale e Brinkman mas encontrei informação importante nas obras de Ghiglione e Matalon (O Inquérito) e Foddy (Constructing questions for interviews and questionaires: Theory and practice in social research). O livro de Oppenheim (Questionnaire design, interviewing and attiude measurement) tem muita coisa importante mas a sua concepção gráfica muito densa, com páginas com espaçamento entre as linhas demasiado pequeno, torna-o num pesadelo de legibilidade e a sua leitura exige um grande esforço.

Para a análise da entrevista que tivemos de fazer, a leitura do Bardin (Análise de conteúdo) ajudou bastante uma vez que os seus exemplos são muito claros.

Como dou aulas no ensino básico e essa será a população da minha dissertação interessei-me pelo tema da entrevista a crianças (nunca tinha pensado nisso até ler o Cohen e depois o Ghiglione) e acabei por encontrar um pequeno folheto escrito por McCrum e Bernal (Interviewing children: A training pack for journalists) que, apesar de não ter sido escrito prepositadamente para o investigador social, é um bom recurso sobre como entrevistar crianças. Dentro deste tema achei também interessante o artigo de Miller e Glassner (The “inside” and the “outside”: Finding realities in interviews).

O livro do Cohen (Research methods in education) serviu como uma espécie de ponto de partida para o resto das leituras.

Bibliografia

Anderson, T., & Kanuka, H. (2003). e-Research: Methods, startegies and issues. Boston: Allyn and Bacon.

Bardin, L. (2008). Análise de conteúdo. (L. A. Reto, & A. Pinheiro, Trad.) Lisboa: Edições 70.

Bowling, A. (2005). Mode of questionnaire administration can have serious effects on data quality. Journal of Public Health, 27 (3). Acedido em 20 de Janeiro de 2010 em http://jpubhealth.oxfordjournals.org/cgi/reprint/27/3/281

Cohen, L., Manion, L., & Morrison, K. (2007). Research methods in education (6ª Ed ed.). Londres: Routledge.

Creswell, J. W. (2007). Qualitative inquiry and research design: Choosing among five approaches. Thousand Oaks, CA: Sage.

Creswell, J. W. (2009). Research design: Qualitative, quantitative and mixed methods approaches. Los Angeles, CA: Sage.

Dillman, A., Tortora, R. & Bowker, D. (1998). Principles for Constructing Web Surveys. Acedido em 2 de Novembro de 2009 em http://survey.sesrc.wsu.edu/dillman/papers/Websurveyppr.pdf

Foddy, W. (2001). Constructing questions for interviews and questionaires: Theory and practice in social research. Cambridge: Cambridge University Press.

Ghiglione, R., & Matalon, B. (2001). O Inquérito (4ª Ed ed.). (C. L. Pires, Trans.) Lisboa: Celta.

Hopkins, D. (2008). A teacher’s guide to classroom research. Maidenhead, Berkshire, Inglaterra: Open University Press.

Kvale, S., & Brinkman, S. (2009). Interviews: Learning the craft of qualitative Research Interviewing. ThousandOaks, California: Sage Publishing.

Markham, A. N. (2004). Internet communication as a tool for qualitative research. In D. Silverman (Ed.), Qualitative research: Theory, methods and practice (2ª ed., pp. 95-124). Los Angeles, CA: Sage.

McCrum, S. & Bernal, P. (1994). Interviewing children: A training pack for journalists. Devon, Reino Unido: Children’s Voices. Acedido em 2 de Janeiro de 2010 em http://www.periodismosocial.net/documentos/Infancia%20-Interviewing_children.pdf

Miller, J., & Glassner, B. (2009). The “inside” and the “outside”: Finding realities in interviews. In D. Silverman (Ed.), Qualitative research: Theory, methods and practice (2ª ed., pp. 125-139). Los Angeles, CA: Sage.

Oppenheim, A. N. (2009). Questionnaire design, interviewing and attiude measurement. Londres: Continuum.

Schleyer, T. K., & Forrest, J. L. (2000). Methods for the Design and Administration of Web-based Surveys. JAMIA , 7 (4), 416-425. Acedido em 20 de Novembro de 2009 em http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC61445/

Silverman, D. (2008). Interpreting qualitative data (3ª Ed.). Londres: SAGE.

Solomon, D. J. (2001). Conducting Web-Based Surveys. Practical Assessment, Research & Evaluation, 7 (19). Acedido em 18 de Novembro, 2009 em http://PAREonline.net/getvn.asp?v=7&n=19

Stake, R. E. (1995). The Art of Case Study Research. Thousand Oaks, California: SAGE Publications.

Zhang, Y. (1999). Using the Internet for Survey Research: A Case Study. Journal of the American Society for Information Science. 51(1): 57-68. Acedido em 15 de Novembro, 2009 em http://www.tim.ethz.ch/education/courses/courses_fs_2007/course_docsem_fs_2007/literature/9_Zhang_Using_the_internet_for_survey_research.pdf

Yin, R. K. (2009). Case study research: Design and methods (4ª ed.). Thousand Oaks, CA: SAGE.

Anúncios

From → Metodologias

Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: